Uma marcha nupcial diferente
Foto: Pinterest Style me Pretty
Foto: Pinterest Style me Pretty

Escolher uma música para ser a trilha sonora de um dos momentos mais intensos da sua vida, enquanto você estará desfilando de maneira encantadora, sob a mira de olhares atentos e emocionados de todos os seus amigos e familiares, estando de mãos dadas com o seu pai (ou alguém muito especial na sua vida) que a ‘entregará’ com toda a fé a uma pessoa que você ama e que está disposta a ser sua companheira de vida, cuidar de você e apoiar as suas escolhas… Uma escolha nada fácil, hein?!

A Marcha Nupcial de Mendelssohn sempre se apresenta como uma ótima escolha mas e se você acha que aquele momento merece ter algo mais pessoal e autêntico? As possibilidades de escolha aumentam bastante, não?!  

Ao mesmo tempo, é uma pena deixar a Marcha Nupcial de lado na hora da cerimônia. Afinal, é uma musica tão significativa, de tanto impacto e tão tradicional neste dia esperado.

A Marcha Nupcial como Introdução para outra música

Para não deixá-la de fora, existe a possibilidade de fazer a Marcha Nupcial como uma introdução para uma outra música: a noiva só entra na segunda canção, sendo a Marcha apenas um anúncio, responsável por criar toda a expectativa.

Nós já tivemos o prazer de fazer este formato em várias cerimônias! Quando fazemos, eu acho que conseguimos intensificar ainda mais a emoção do momento da Entrada da Noiva por alguns motivos:

– A noiva pode escolher uma canção que faça sentido para a sua vida ou para sua história de amor;
– A entrada da noiva pode ser mais dramática, mais leve, mais animada, mais intensa, dependendo da escolha da segunda música;
– É bastante provável que os convidados lembrem-se por muito tempo da música da entrada da noiva (e você vai se emocionar cada vez que a escutar na rádio, no restaurante, no café – infelizmente, a Marcha Nupcial não toca nas rádios por aí e por isso, não vai te proporcionar este tipo de lembrança, rsrs);
– A noiva pode ‘dizer’ através da música, ou seja, usar a letra da música para expressar tudo o que ela gostaria de falar naquele momento;
– Os convidados se surpreendem pois acham que a Marcha Nupcial será tocada até o final (e é sempre muito especial ver a reação de todos os presentes – até hoje, sempre positiva) e são pegos de surpresa com a segunda música tocada.

É possível emendar a Marcha a qualquer canção! Algumas funcionam melhor (no que diz respeito a transição entre uma música e outra) mas todas ficam muito especiais. Aproveito este post para reunir alguns exemplos do que já fizemos (com os nossos áudios dos ensaios ou feitos nas cerimônias, ao vivo). Todos os áudios abaixo são com Violão, mas isso não quer dizer que este modelo não possa ser feito em outra formações instrumentais. E você, que música escolheria?

Nós também já fizemos a Marcha com La vie en rose, Calico Skies, Pra Sonhar, Everything I do, I do it for you, Minha Namorada e outras lindas músicas. Se tiver alguma sugestão, deixe nos comentários para nós. Uma das mais pedidas, é a Marcha Nupcial + Isn’t she lovely (Stevie Wonder). Curta esta versão no vídeo abaixo!

CATEGORIAS: Casamentos realizados, Dicas de músicas, Inspirações

Comentários

comentários