Quais são as músicas da cerimônia de casamento?

blogmusicasbanner

“Quantas músicas a gente tem que escolher?”, é normalmente a primeira pergunta dos noivos na reunião. A minha resposta é sempre: “Varia um pouquinho mas normalmente são 10 canções” e eu já me preparo para a cara de espanto! Rs. “Tudo isso? Achei que fossem umas 3!”, eles dizem. Não é não (ainda bem! Rs!).

Tem gente que acha que é muita música mas não: é sempre bem difícil resumir em 10 canções a história de um amor.

Eu sempre gosto de dar uma pequena explicação sobre quais são as músicas que normalmente tem nas cerimônias de casamento. Digo “normalmente” porque hoje em dia, quem manda nesta parte é pura e simplesmente os noivos. Esta questão pode ser influenciada pelo tipo de cerimônia que terão (religiosa, ecumênica, civil) e quem irá celebrar (padre, pastor, amigos, a Márcia da Rito <3, familiares, …) mas, para ser bem sincera, já fizemos muuuitos casamentos e, raras exceções, quase todos seguem um roteiro bastante parecido.

Por mais que os noivos queram ser ‘diferentes’, não tem como fugir da entrada da noiva, do momento das alianças e do beijo final (são as 3 músicas que os noivos acham que têm na primeira reunião… Rs!). Mas casamentos com efeito civil, crianças, avós ou bichinhos de estimação para levar as alianças começam a dar mais ‘sonoridade’ para a cerimônia.

O que dita a música da cerimônia são os momentos que teremos nela. Sendo assim, o que você precisa levar em conta na hora de pensar na sua trilha sonora é o ‘roteiro’ da sua cerimônia.

A maior parte das cerimônias que realizamos segue o roteiro abaixo (a ordem pode variar)

  • Entrada do noivo
  • Entrada dos padrinhos
  • Entrada das crianças
  • Entrada da noiva
  • Entrada das alianças
  • Benção das alianças
  • Votos escritos pelos noivos
  • Assinaturas
  • Cumprimentos
  • Saída dos Noivos

Que tal? Não imaginou que fosse tudo isso? Rs. Ainda podemos ter mais momentos como Entrada de Padrinhos e Madrinhas separados (cortejo americano), Homenagem aos pais, Ritual das areias, Saída dos Padrinhos, além de momentos religiosos como Salmo, Evangelho, Entrada da Bíblia, Entrada de Santos, Ritual das 7 Voltas (casamento judaico) e outros mais.

É sempre bom ter bem claro este roteiro para poder encaixar bem cada música para um momento específico e não deixar nenhum momento importante do casamento sem trilha sonora.

Apenas para ilustrar, algumas cerimônias menores costumam ser diferentes:

– pode-se não ter a entrada de padrinhos e até a entrada do noivo, que de vez em quando já quer estar posicionado no altar;

– nem sempre os casais querem fazer entrada de crianças antes da noiva (floristas ou crianças com plaquinhas);

– as alianças podem estar no bolso do noivo, sem termos um momento de entrada;

– os noivos podem não querer escrever os votos;

– pode não ter o momento das assinaturas, caso não haja nenhum documento civil ou religioso a ser assinado;

– alguns Estados brasileiros não tem o costume de fazer os cumprimentos no altar.

Enfim, cada casamento tem suas particularidades e por isso, é sempre bem importante começar a pensar neste roteiro para ficar mais fácil e mais divertido escolher as músicas do casamento.

Para ilustrar o post, eu compartilho com vocês uma entrevista que dei para o Canal ‘I Do’ onde eu explico um pouquinho os momentos da cerimônia e ainda dou dicas de músicas bem legais. Espero que gostem! 😉

 

CATEGORIAS: Dicas, Dicas de músicas, Música para casar

Comentários

comentários